Densidade de colchões e tabela de Biotipo

Densidade de colchões
Densidade de colchões e tabela de biotipo

Sempre que vamos escolher colchões escutamos falar sobre a densidade de colchões. Neste artigo iremos abordar esse assunto de uma maneira nunca vista no mercado de colchão e sono.

Densidade dos colchões de Espuma, os famosos PU.

A definição de densidade de colchões nada mais é que o número de quilos de espuma por metro cúbico. Isto é, para um colchão de densidade 33, o famoso D33, foram necessário 33 quilos de matéria prima para fazer 1 metro cúbico deste material.

Pelo menos na teoria esta é a conta correta, mas sabemos que, infelizmente, muitas empresas colocam a etiqueta com uma determinada densidade, porém o produto vem com uma densidade inferior, o que pode causar danos financeiros e também de saúde.



Fiscalização rigorosa nos colchões de espuma.

Desde 2012, o Inmetro começou a fiscalizar os colchões de espuma e com isso este tipo de fraude diminuiu drasticamente, mas ainda encontramos algumas marcas que utilizam o selo do Inmetro de forma indevida.

Densidade colchão

Existe atualmente no mercado brasileiro uma associação denominada INER (Instituto Nacional de Estudos do Repouso). Esta associação é responsável pela tabela de Biotipo, uma tabela que foi largamente difundida na comercialização dos colchões de espuma nos anos 80 e 90 e que até hoje é utilizada na venda de colchões.

A tabela de biotipos foi um marco no mercado colchoeiro, pois as maiores indústrias da época adotaram como referência para vender colchões para você consumidor. Vale lembrar que apenas marcas associadas podem ter o selo do INER.

Hoje com a certificação do INMETRO todos os colchões de espuma precisam ter os testes que atendam o mínimo de exigência, além de exibir a densidade nominal correta nas etiquetas.

Densidade de colchões curiosidades que todos deviam saber.

Se pararmos para analisar, a tabela de densidade serve para nos dizer que uma pessoa de peso superior, não afunde, ou deforme o colchão. Por exemplo, uma pessoa acima dos 100 quilos sobre um colchão de densidade 28, irá facilmente demarcar seu corpo no mesmo ao deitar.

Por isso, quanto maior a densidade maior a firmeza e durabilidade de um colchão. É por esta razão que toda tabela de biotipo vem com um asterisco referencial de “preferencialmente”, pois não é uma verdade absoluta. Se ela fosse absoluta, casais teriam sérios problemas para encontrar o colchão ideal.

Imagine uma pessoa com 110 quilos junto a seu parceiro (a) de 60 quilos. Pela tabela, um deveria adquirir um colchão de densidade 45 e outro de densidade 28.

A mesma situação se aplicaria a uma criança que dorme com os pais, em que a desproporção de peso/densidade, passaria a ser prejudicial à criança.

Definir a densidade do seu colchão tem uma serie de informações a serem consideradas.

Deitar no colchão e definir o conforto é mais importante que qualquer tabela, já que cada fabricante hoje utiliza sua própria tabela de biotipo e densidade, e cada uma com algumas diferenças.

Prova disso, é o mercado de colchões internacional, que utiliza apenas dois termos para diferenciar os colchões: baixa ou alta densidade.

Hoje a tabela funciona mais como uma referência para saber se seu colchão vai, ou não, afundar em tempo inferior a um ano.

Para entender bem o nosso raciocínio, não deixe de ler os artigos Garantia de colchões e Como escolher colchão. São leituras obrigatórias para não ter dores de cabeça na hora da sua compra.

Leia mais: Garantia de Colchões

Leia mais: Como escolher colchão

Resumidamente, os colchões atuais tem uma mesma densidade nominal, porém com diferentes tipos de conforto, e isso é o que você tem que levar em consideração.

Se quiser que seu colchão dure por mais tempo, considere levar um conforto adequado ao seu corpo, mas com uma densidade alta.

As densidades de colchões mais comuns são:

  • D18 densidade 18 
  • D23 densidade 23 
  • D28 densidade 28 
  • D33 densidade 33
  • D45 densidade 45
  • D60 densidade 60 ou AG60

Agora vamos discutir e conhecer cada uma.

Colchão de Densidade 18 ou D18

Foram utilizadas 18kg de matéria prima para ser feito um bloco de 1 metro cúbico de espuma.
Esta espuma é a mais utilizada nos colchões de berço. Além de ter uma firmeza ideal para recém nascidos, normalmente são utilizadas para crianças até 20kg.

Colchão Densidade 23 ou D23

Foram utilizadas 23kg de matéria prima para ser feito um bloco de 1 metro cúbico de espuma.
Esta espuma é direcionada para crianças entre 2 a 6 anos. É um colchão colocado no mercado para que os pais troquem o colchão da criança num período inferior a 4 anos, assim, a compra ocorre com mais frequência.

Colchão Densidade 28 ou D28

Foram utilizadas 28kg de matéria prima para ser feito um bloco de 1 metro cúbico de espuma.
Esta espuma é a mais conhecida e a mais vendida, pois atende uma grande parcela da população.

Para crianças e adolescentes é interessante por oferecer suporte e ser levemente macio, já que é de baixa densidade. Como ele suporta até 70 quilos, adultos também se agradam e optam por esta densidade.

Leia mais: Tudo sobre Colchões Densidade 28 

Colchão Densidade 33 ou D33

Foram utilizadas 33kg de matéria prima para ser feito um bloco de 1 metro cúbico de espuma.

O colchão mais vendido no Brasil para pessoas de 50 a 100 quilos. Algumas empresas utilizam o colchão D33 como referencia em termos de conforto e durabilidade.

Ao analisarmos o mercado, percebemos que o D33 tem inúmeras variações com pillow top de densidade progressiva, pillow top de viscoelastico e pillow top de látex, além do colchão integralmente de espuma. Diante disto, notamos que os D33 dominam as tabelas de biotipo da maioria das fabricantes.

Leia mais: Tudo sobre Colchões densidade 33

Colchão Densidade 45 ou D45

O Colchão de densidade 45, foram utilizadas 45kg de matéria prima para ser feito um bloco de 1 metro cúbico de espuma.

Este colchão é referencia para pessoas acima de 100kg ou pessoas de baixa estatura, porém com quadris avantajados.

Esta é uma espuma muito firme onde geralmente as pessoas casadas com pessoas abaixo dos 100kg tem dificuldade de adaptação. Apesar de ser muito firme, ela é de alta durabilidade.

Igualmente ao colchão D33, o D45 tem suas variações de conforto devido a utilização de pillow top. Portanto, reforçando, deitar e sentir o conforto é de extrema importância.

Leia mais: Tudo sobre Colchões Densidade 45 

Atenção: Os colchões de poliuretano, ou PU, vão até a densidade 45 normalmente. Acima disso verifique se são colchões aglomerados, que vamos conhecer logo abaixo.

Densidade 60 ou AG 60

Esta categoria geralmente está associada a colchões de espuma aglomerada, ou seja, espumas em pedaços que são coladas, com isso fazem colchões de pesos acima de 45kg/m³, mas a qualidade é inferior a um colchão de densidade nominal 45.

Algumas empresas utilizam o D60 como base de colchoes de molas e laterais reforçadas. É comum encontrar variações nas nomenclaturas como Densidade 70, 80 e até 100. Verifique a etiqueta do fabricante para saber se é ou não uma espuma aglomerada

OUTRAS densidade de colchões

Conforme descrito anteriormente, densidade nada mais é que o peso de espuma de 1 metro cúbico, por isso é fácil encontrar colchões com D20, D26, D30 e D40 entre outros no mercado. Aferir a tabela de biótipo de cada fabricante é de suma importância para ver se o colchão vai afundar ou não com seu peso.

Conclusão sobre a densidade de colchão.

Inegavelmente ter a tabela de biotipo como referência ao seu peso é importantíssimo, mas comparar o conforto do colchão é mais importante, pois um terço do seu dia é em cima de um colchão. Não adianta um colchão durar 10 anos se ele não se adequa as necessidades do seu corpo. Não se permita dormir de forma errônea pelo fator durabilidade. Escolha sempre pensando no seu bem estar.

Estamos aqui para lhes apresentar tudo sobre colchões e para evitar que você, consumidor, caia em técnicas de vendas que visam apenas lucro.

Abaixo segue a imagem da tabela de biotipo do INER para colchões de espuma, que é a mais utilizada no mercado brasileiro, portanto nada mais justo que a empresa que combateu no passado as fraudes do mercado de colchões de espuma seja referência nos estudos realizados pelo INMETRO e receba os créditos pelo trabalho feito.

Tabela densidade de colchão
Tabela de biotipo do Iner imagem retirada do site http://www.proespuma.org.br/

Se preferir utilize nossa calculadora de densidade baseada na tabela do INER



Duvidas sobre densidade de colchão!

Densidade 45 é duro?

Sim, pelo fato de ser a espuma mais densa, normalmente é a espuma mais dura em relação as outras densidades, mas é possível desenvolver espumas de densidade 45 com conforto. Além disso é possível ter colchões de espuma com pillow top.

Qual a melhor densidade de colchão?

A melhor densidade depende do seu tamanho e peso. Leve em consideração a tabela ou tipo de pillow top para averiguar o conforto do colchão. Atualmente os colchões deixaram de ser apenas um bloco de espuma com tecido.

Qual a densidade de colchão para solteiro?

A melhor densidade vai depender do altura e peso da pessoa que vai utilizar, conforme as tabelas de cada fabricante, verifique a tabela de biotipo para saber a densidade ideal.

Qual a densidade de um colchão de mola?

O colchão de mola normalmente vem com suporte de peso máximo. Pois a tabela de densidade serve para saber qual é densidade mais indicado para cada pessoa. Entretanto a duvida pode ser devido aos colchões de molas de densidade progressiva.
Dentro do texto explicamos melhor como escolher seu colchão. E

Leia mais: Tipos de colchões

Leia mais: Colchões diferentes e exoticos

Last Updated on

Sobre o autor Marcelo | Website

Marcelo Katayama fundador do site. Atua como consultor de marketing digital para pequenas empresas de forma autônoma e atua com marketing de afiliados. Trabalhou 10 anos no mercado de colchões como vendedor, gerente comercial de lojas e analista de marketing em lojas multimarcas e lojas com direitos de uso das marcas Castor, Ortobom. Atuou em agências como FBS Midia e Grupo RBS como executivo de contas e foi Gerente de Relações Públicas no Grupo Colombiano JOM. Formado em analise de sistemas pela FATEC-SP e especialização Google Ads Expert Search pela Goobec Brasil.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!