Como escolher colchão de látex?

Você sabe como escolher um colchão de látex?

como escolher colchão de látex
Saiba como escolher um colchão de látex

Dúvida comum, pois é a matéria prima do momento no setor de colchões.

Matéria prima “importada” com todos os benefícios de saúde e bem estar.

Já escrevemos o artigo Guia de colchões de látex, mas muita gente vem até o nossos canais e redes sociais para saber se é verdade tudo o que os vendedores dizem sobre o látex natural.

Separamos algumas dicas fundamentais de como escolher o colchão de látex!

Látex natural ou Sintético

Existem o látex retirado da seringueira e o látex de laboratório.

O Látex da seringueira é conhecido como látex natural, mas o colchão não é 100% natural.

O processo de vulcanização é uma química e envolve outros produtos.

Mas certamente que a matéria prima principal é de fonte natural que é a seringueira.

Está é uma duvida muito comum e vamos abordar no final do texto.

E temos a espuma Tipo látex, é uma espuma de poliuretano com alta resiliência.

Esta resiliência imita a elasticidade da borracha, sendo possível modificar a firmeza e elasticidade, sendo uma espuma mais barata e com bom desempenho.

As espumas tipo látex na maioria das vezes vem com o termo HR que significa High Resilience.

Algumas marcas utilizam o termo Tipo ou Type Látex.

Com isso a duvida surge pois muitos colchões são do tipo “T” látex e que muitos vendedores escondem essa informação.

Colchão de látex ou colchão com látex

Outra duvida comum é sobre a quantidade de látex em um colchão.

Colchões de molas com pillow de látex ou colchões de espuma com pillow deste máterial também tem suas pegadinhas.

Por utilizarem lâminas de látex alguns vendedores dizer ser um colchão DE látex sendo o correto seria dizer um colchão COM látex.

Na hora da venda a maioria dos vendedores dizem ser um colchão de látex.

Embora muitas vezes a lâmina da borracha não chega nem 5% do tamanho original do colchão.

Por isso fique atento, saiba o quanto tem de látex em seu colchão.

Trocar 2cm por 20mm é uma tática comum.

Muitos consumidores acham que estão levando em centímetros mas na verdade estão levando em milímetros as lâminas.

Para ser considerado um colchão de látex a lâmina deve ser de 51% pelo menos de látex.

Exemplo:

Um colchão de 25 cm precisa ter 12,6 cm de látex para ser considerado um DE látex.

Exemplo 2:

Um colchão de 25 cm de altura, mas com 4 cm de látex é um colchão COM Látex.

Perceberam a diferença?

Colchão com látex é melhor?

Esta afirmação vai depender da estrutura total do colchão.

O látex é um excelente componente, dando elasticidade e durabilidade.

Tem seus benefícios de ser de fonte renovável e ser mais resistente que a maioria das espumas de poliuretano.

Mas ao mesmo tempo, temos que ficar atento, pois como toda boa matéria prima tem quem se aproveite das desinformações.

Separamos algumas “pegadinhas” do setor para você ficar atento na hora de escolher o colchão e tirar a duvida se látex é melhor ou não.

Leia mais: 10 dicas de como escolher colchão em loja física.

Curiosidades na hora de escolher colchão de látex

Suporte de peso

O suporte de peso individual de cada modelo é mais importante do que o termo da propaganda.

Exemplo:

Você comprar um colchão de suporte de peso de no máximo 100 kg com látex e outro modelo sem látex que suporta 150 kg, na nossa opinião a segunda opção é mais vantajosa.

Existem colchões dupla face ou face única.

Tudo isso é necessário na hora de escolher seu colchão de látex.

Tipo de conforto

Quem nos acompanha sabe que o conforto é o item mais importante na hora de escolher o colchão.

E com os modelos de ou com látex não fogem à regra.

Existem colchões Extra firmes, firmes, intermediários, macios e extra macios.

Existem densidades diferentes e pillow nos colchões que acabam ditando o conforto final, por isso leve em consideração a maciez e o suporte de peso.

Há diferentes formas de produzir um bloco de látex para colchões, por isso tenha em mente que só o fato de ter látex não é garantia total de qualidade.

Látex é mais saudável.

Látex pelo fato de ser natural e hipoalergênico é uma grande vantagem, mas se analisarmos friamente, se teu colchão é de espuma com tecidos que acumulam pó e ácaros e a Lâmina do látex é menor que 4cm, não conseguimos visualizar beneficio em termos de saúde.

Exemplo:

Lâminas de látex no pillow tem a vantagem de ser durável e elástico, por isso a vantagem, mas dizer que você estará protegido contra doenças respiratória é um pouco duvidoso.

Pode até ser melhor que a espuma mas se o colchão é de espuma e com tecidos normais, o beneficio é anulado pelas outras matérias primas.

O uso do protetor e a troca frequente da roupa de cama é mais recomendado para se proteger dos alérgenos.

Sem contar que muita gente é alérgico ao látex, por isso um pouco de cautela é necessário.

Uma prova disso é que quando indagado sobre ser alérgico ao látex, empresas dizem não ter relação pois o contato da sua pele é com o lençol e/ou tecido do colchão.

Contrariando o argumento.

Uso de espumas AG e EPS.

Como o exemplo anterior, utilizar o látex como argumento sempre será o trabalho do vendedor, mas se o colchão não tiver todos os outros componentes em sinergia acaba se perdendo o valor.

Colchões de 30 cm podem ceder até 10% do tamanho original.

É Comum colocar uma micro lamina de látex e o restante ser molas ou espumas de baixo suporte de peso e ainda ter laterais de espuma reaproveitada e bases de isopor.

Essa informação geralmente é ocultada onde o trabalho de vender é oferecer benefícios e nunca o que se pode prejudicar.

O uso de AG e EPS é para diminuir custos, o uso excessivo destes componentes para deixar o colchão mais “alto e luxuoso” é muito comum.

Serve até mesmo para aumentar para que o colchão seja alto o suficiente para que o afundamento permitido pela ABNT esteja dentro dos conformes.

Lembre-se todo colchão acima de 30 cm pode ceder até 10% do tamanho original

Quanto maior o colchão maior o afundamento permitido.

Nenhuma empresa responde judicialmente por dores nas costas e sim por defeito de fabricação.

Se o colchão está dentro da norma e você dorme mal o problema será do consumidor.

Por isso o termo látex e luxo sempre andam em sinergia e há quem se aproveite disso.

Colchão de látex não precisa ter selo do Inmetro.

Os colchões de látex não precisam de certificação federal, com isso surgem algumas empresas dizendo que o colchão não tem selo do Inmetro.

Esta afirmação só será condizente se a empresa trabalhar com outros tipos de colchões, como colchão de espuma com látex ou molas com látex.

Estes dois são obrigatório a certificação.

Se os modelos de espuma e molas forem certificados, é comum na loja ter um DE látex sem o SELO.

Exemplos:

Colchão de látex Ergo Ultra Restonic

Látex é bom
Colchão de látex Ergo Ultra Restonic

Este colchão não tem a certificação, mas todos os outros colchões da marca Restonic tem látex e os colchões certificados.

Leia mais: Review do colchão Ergo Ultra

Colchão GS Látex Goodspine

colchão para coluna
Colchão de látex Goodspine

Outro modelo sem o selo do Inmetro, mas a empresa Goodspine tem o modelo GS 3 é de espuma com belo pillow de látex com certificação do Inmetro.

Leia mais: Review do colchão GS Látex Goodspine

Reparem que estas empresas tem um colchão sem certificado por serem DE látex mas os outros colchões são certificados normalmente.

É por isso que digo em ter cautela na hora de escolher colchão de látex.

Colchão de látex 100% natural

Este termo é levemente errado já que o processo de vulcanização é um processo industrial e vão outras substâncias.

O correto seria ser um colchão feito de látex natural (proveniente da seringueira) mas como não há lei para combater esta informação, as empresas se utilizam do termo 100%.

Por isso não leve como verdade os benefícios do látex há mais propaganda do que verdade.

Látex importado da Europa é comum ter essa pegadinha, mas o látex vem da Ásia e talvez seja processado na Europa.

As empresas fornecedoras do látex são estrangeiras, por isso a nomenclatura e bandeiras de outros países são utilizadas na propaganda do seu colchão.

Eu gosto muito dos colchões com e de látex, pois os benefícios são grandes.

Existem empresas sérias e honestas, mas existem aquelas que não correspondem a realidade.

Gostaram do artigo? Se você quer comprar colchão de ou com látex temos vários reviews de colchões em nosso guia.

Guia de colchões

Guia de colchões de látex

Sobre o autor Marcelo | Website

Marcelo Katayama fundador do site. Atua como consultor de marketing digital para pequenas empresas de forma autônoma e atua com marketing de afiliados. Atualmente é o maior blogueiro imparcial de colchões do Brasil, com mais de 30 mil visitantes únicos por Mês (SEMRUSH E GA) Trabalhou 10 anos no mercado de colchões como vendedor, gerente comercial de lojas e analista de marketing. Atuou em agências como FBS Midia e Grupo RBS como executivo de contas e foi Gerente de Relações Públicas no Grupo Colombiano JOM. Formado em análise de sistemas pela FATEC-SP com especialização em Google Ads Expert Search pela Goobec Brasil

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Seja o primeiro a comentar!